Transformação ágil e a necessidade de acompanhar mudanças

Diante das rápidas e constantes mudanças que acontecem a todo momento no mundo físico e virtual, se torna difícil acompanhar o ritmo das novidades. Frente à essa realidade, a humanidade desenvolveu um tipo de ansiedade específica, conhecida como “fear of missing out” que em tradução livre pode ser entendida como “medo de ficar de fora”.  Podemos ver os efeitos dessa preocupação em um conceito que passou a ser bastante discutido no mundo corporativo atualmente, conhecido como transformação ágil.

Essa abordagem visa melhorar a capacidade de uma empresa de responder rapidamente às mudanças do mercado para entregar valor aos clientes de forma contínua. Você sabe por que ela é importante? Neste artigo, vamos explorar mais a fundo o que é a transformação ágil e como pode ser implementada. Confira!

Leia mais: Saiba como a gestão de mudanças pode impactar no seu currículo!

O que é transformação ágil

A transformação ágil é um processo que envolve a adoção de uma cultura ágil dentro de uma organização. Essa abordagem tem suas raízes no desenvolvimento de software e substituiu modelos tradicionais de gestão de projetos por métodos ágeis. Ela envolve mudanças significativas em toda a empresa, como processos, estrutura organizacional e tecnologia. É uma jornada contínua que pode levar vários anos para ser concluída.

Para que a empresa consiga acompanhar o ritmo das mudanças e ter um processo mais rápido e assertivo, a abordagem se baseia em valores e princípios que foram estabelecidos pelo Manifesto Ágil. O manifesto afirma que a colaboração entre indivíduos é mais importante do que processos e ferramentas, e que a entrega de um software funcional é mais importante do que a documentação detalhada. Os valores ágeis incluem:

  • Foco no cliente
  • Colaboração
  • Organização
  • Entrega contínua
  • Adaptação às mudanças
  • Busca pela excelência técnica
  • Simplicidade

Importância da transformação ágil nas organizações

Com a crescente concorrência e a velocidade das mudanças, é importante que as empresas sejam capazes de responder rapidamente às demandas dos clientes. Diante disso, a transformação ágil pode acelerar os processos por meio da maior colaboração entre equipes, transparência e comunicação, além da criação de um ambiente de trabalho mais motivador e engajador.

As equipes ágeis são capazes de entregar novas funcionalidades de forma mais rápida e com maior qualidade. Além disso, a transformação ágil ajuda a promover a inovação e a criatividade, o que pode levar a novas oportunidades de negócios.

Leia mais: Desafios da gestão de mudanças: saiba como se preparar!

Túnel com ilustrações na horizontal para simular a velocidade da transformação ágil.
A transformação ágil é importante em um cenário em que empresas precisam responder rapidamente às mudanças do mercado

Como implementar a transformação ágil?

A implementação da transformação ágil pode ser um desafio para muitas empresas, especialmente aquelas que estão acostumadas a trabalhar com modelos de gestão mais tradicionais. No entanto, existem alguns princípios do Manifesto Ágil que podem contribuir para a adoção das práticas ágeis:

  • Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.
  • O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é por meio de conversa face a face.
  • As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.
  • Em intervalos regulares, a equipe deve refletir sobre como se tornar mais eficaz e então refinar e ajustar seu comportamento.

Para organizações com processos tradicionais ou para as que já seguem o modelo ágil e querem alcançar seus benefícios de forma sustentável e duradoura, é preciso conhecer e entender os fundamentos e práticas da transformação ágil, que leva em consideração as características da organização e dos times de projetos.

O Curso Essential de Transformação Ágil na Prática foi criado justamente para atender a essa demanda e apresenta conceitos que determinam o sucesso na adoção de abordagens ágeis. O curso traz discussões sobre mapeamento de propósito, estratégia, cultura, governança, processos e tecnologia, para proporcionar uma transição adequada para esse modelo de gestão de projetos.

Além disso, o curso permite comprovar os 80 PDUs (Professional Development Units) – créditos de desenvolvimento profissional que podem ser obtidos por meio de atividades de aprendizagem contínua – distribuídos entre as categorias Gestão Estratégica de Negócios, Liderança e Técnicas em Gestão de Projetos, para os alunos certificados pelo PMI®️ (Project Management Institute). Aproveite as oportunidades oferecidas pelo curso de Transformação Ágil na Prática e inscreva-se!

Você também pode gostar desses conteúdos:

Autor (a)

Letícia Santin
Letícia Santin
Jornalista, gosto de leituras que me cativem e de aprender de tudo um pouco. Minhas experiências profissionais com comunicação me fizeram apreciar a transmissão de conhecimentos e ideias de uma forma descomplicada e acessível. No meu tempo livre, gosto de fazer maratonas de filmes e séries, meditar, desenhar e cozinhar.

Compartilhar