terça-feira, julho 5, 2022

Já pensou em escrever um livro? O MBA USP/Esalq pode te ajudar nisso!

Seus conhecimentos e experiências profissionais podem ajudar outras carreiras e levar novas ideias para dentro das empresas? Um dos melhores métodos para fazer com que isso aconteça é escrever um livro, mas nem sempre é fácil saber por onde começar esse processo.

Escrever um livro pode ser uma jornada árdua, que envolve muitos profissionais, com diferentes competências. Além disso, apesar de terem o conhecimento e saberem o que querem passar adiante, muitos profissionais têm dificuldade em botar isso no papel de forma organizada e entendível para os futuros leitores. Mas o MBA USP/Esalq pode te ajudar nisso!

E, para mostrar como o MBA USP/Esalq pode te ajudar a escrever um livro, conversamos com Marcel Spadoto, especialista em Desenvolvimento de Negócios, aluno do MBA em Gestão de Pessoas USP/Esalq e coautor dos livros Soft skills: competências essenciais para os novos tempos e Soft skills: habilidades do futuro para o profissional do agora. Confira!

Leia também: 5 dicas de livros para curtir no feriado

O primeiro livro

Capa da primeira obra de aluno que utilizou os conhecimentos aprendidos no MBA UPS/Esalq para ajudá-lo a escrever o livro.
Para escrever um livro, é preciso ter consciência do que se quer passar aos leitores.

Spadoto conta que o primeiro livro, Soft skills: competências essenciais para os novos tempos, foi idealizado por Lucedile Antunes. Os capítulos do livro seriam escritos por diferentes autores, de diversas áreas do mercado, todos abordando soft skills: habilidade interpessoais, importantes tanto na vida profissional quanto pessoal.

No início de 2020, dois meses antes de Spadoto começar seu MBA em Gestão de Pessoas, Lucedile o convidou para ser um dos autores. Em seu capítulo, Spadoto abordou o Netweaving, termo criado nos EUA há cerca de 10 anos e que designa a ação de ajudar pessoas profissionalmente sem expectativas de retorno. “É um networking sem esperar nada em troca”, resume Spadoto, que faz parte da Sociedade Brasileira de Netweaving.

Segundo ele, ao longo de todo o processo que culminaria no lançamento do livro, o então recém-autor se engajou profundamente no dia a dia dos demais colaboradores e com a divulgação de sua obra, o que lhe renderia um convite para coordenar um segundo volume, do qual também foi coautor. O primeiro livro foi lançado no final de 2020 e logo foi considerado bestseller pela revista Veja.

Leia mais: 7 livros que vão complementar seu repertório cultural

O segundo volume

Capa do segundo volume, sequência da primeira obra de aluno que utilizou os conhecimentos aprendidos no MBA UPS/Esalq para ajudá-lo a escrever o livro.
Escrever um livro pode ser uma experiência transformadora para alguns profissionais.

De acordo com Spadoto, a idealização do segundo livro começou no início de 2021, enquanto ainda cursava o MBA em Gestão de Pessoas. Como coordenador, ele acompanhou o livro desde o nascimento, participando da escolha da capa e dos autores, envio dos convites, distribuição dos temas e harmonização dos capítulos. “Deu muito trabalho, mas também foi muito prazeroso”, comenta o autor.

Além disso, ele também escreveu mais um capítulo para o livro, no qual abordou o tema do engajamento. Para ele, o engajamento é uma via de mão dupla, e deve ser fruto do autoconhecimento dos profissionais, aliado a condições criadas pelas próprias empresas: “O engajamento é como a motivação. Eu não consigo te motivar. Mas eu posso criar condições para você se motivar”, explica.

Intitulado Soft skills: habilidades do futuro para o profissional do agora, o livro foi lançado em novembro de 2021 e, assim como o volumo anterior, virou bestseller pela revista Veja.

Leia também: Storytelling para impactar: a influência das boas histórias nos seus resultados

O MBA e o livro

Para Spadoto, o MBA em Gestão de Pessoas USP/Esalq foi fundamental na escrita dos livros. Os conhecimentos adquiridos ao longo do curso foram importantes para o processo de formulação de suas teses e ideias. “Havia muitas coisas que eu vivia no dia a dia, mas não sabia tecnicamente o porquê de tudo aquilo. Agora tenho uma ideia técnica do que eu já sabia empiricamente.”

O networking durante o curso também teve impacto no livro, por meio do contato de Spadoto com diversos profissionais renomados. Em seu capítulo para o segundo livro, o autor cita, por exemplo, a tese de doutorado de Ana Carolina Shinoda, professora do MBA USP/Esalq. Além disso, ele convidou uma de suas colegas de classe, a psicóloga Ana Clara Bittencourt, para escrever um capítulo sobre raciocínio e ideação.

Spadoto está prestes a apresentar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e receber seu certificado do curso. Para ele, as duas jornadas se misturaram, tornando-se uma só. “Foi muito intenso, muito bacana e muito gratificante. O MBA foi, sem dúvidas, um marco na minha vida”, finaliza.

Você já pensou em escrever um livro? Quer aprender como explicar e colocar em prática os conhecimentos que aprendeu durante sua carreira? Então, não perca tempo e se inscreva no MBA USP/Esalq!

Você também pode gostar:

Autor (a)

Caio Roberto
Caio Roberto
Jornalista e amante de história, línguas estrangeiras, cinema, literatura e videogames. Utilizo minha curiosidade natural e minha facilidade de me comunicar para descobrir mais sobre o mundo e tentar passar isso adiante. Acredito que nasci para contar histórias, independente da história, da mídia em que ela será contada e do meu papel nela.

Compartilhar