domingo, janeiro 29, 2023
Ícone de usuário

Futuro do marketing digital é tema de palestra no SIM

O que é marketing digital? Qual o futuro dessa estratégia? Essas e outras questões serão abordadas em palestra programada para o segundo dia do evento SIM, em 22 de julho, no campus da USP/Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) em Piracicaba (SP). A palestra, ministrada pelo consultor e professor dos MBAs USP/Esalq, Marcelo Victor Teixeira, trará exemplos de estratégias de sucesso e dicas para profissionais de marketing e interessados no assunto. “O ‘futuro’ do marketing digital vem sendo trabalhado agora. A fase do marketing digital está terminando no sentido de que já nos apropriamos das primeiras tecnologias, já fizemos o que tinha de ser feito e agora sobrevivem as marcas que fazem de forma correta. Pensando nisso, gostaria de levar um pouco da minha experiência como consultor e mostrar vários exemplos ao longo da palestra”, antecipa Teixeira. O marketing digital, cita o professor, ainda é subutilizado pelas marcas, que tendem a aplicar estratégias offline no universo online. Segundo ele, estudos apontam que 80% das empresas presentes nas redes sociais não interagem com os usuários, o que é um grande erro por exemplo. “Nós não estamos ainda encarando o marketing digital como deveríamos, estamos apenas reproduzindo o marketing offline. Continua-se fazendo o mesmo banner, mas online em vez de impresso. Temos tantas possibilidades e ainda ficamos na mesmice”, diz. “É como ter um smartphone e fazer três ou quatro coisas apenas. É nesse contexto que está o marketing digital hoje”, aponta.  

Futuro das redes e dos profissionais

As redes sociais se tornaram uma das principais vitrines para marcas, produtos e serviços, apesar de não serem exclusivas no ambiente digital. Diante disso, perguntas sobre a “morte” de determinadas redes são as mais recorrentes, cita o consultor. “É uma transformação. Novas redes chegam, novas configurações, o consumidor tem novos interesses, é natural que haja mudança”, comenta. Ele cita que em dois anos, por exemplo, redes tiveram aumento e queda de usuários. Micro e pequenos empresários, por exemplo, passaram a oferecer mais produtos por redes como o Instagram – que recentemente lançou até uma ferramenta de direcionamento para compras, prova que as alterações no meio digital são contínuas. Mas, diz o professor, apesar do processo digital precisar ser encarado de forma diferente do offline, as habilidades profissionais não mudaram: é preciso entender muito bem a missão, visão e posicionamento da marca trabalhada para obter sucesso. “Vejo o profissional muito menos como algum ‘mágico’ e muito mais o cara de marketing que compreende a empresa como organismo, compreende o comportamento do consumidor. E se amanhã uma ou outra rede acabar, ele vai se adaptar porque conhece seu público, mas claro que também é preciso ser aberto a mudanças”, afirma o professor. A palestra O que é marketing digital e qual o futuro dessa estratégia acontece no dia 22 de julho, das 9h às 10h30.   Quer saber mais sobre o SIM? Acesse a programação completa do evento e se inscreva aqui

Autor (a)

Compartilhar