quarta-feira, agosto 10, 2022

5 filmes que podem ajudar a entender a IA

Por ser um assunto em alta, a inteligência artificial é fonte de muitas expectativas, tanto para os pesquisadores quanto para público em geral. Por isso, a indústria cinematográfica tem explorado as máquinas com inteligência humana em diversas produções. Mas é bom tomar cuidado com as histórias do cinema. Algumas abordagens sobre IA podem ser muito fantasiosas. De acordo com a gestora da equipe de Inteligência Artificial do Pecege, Luana Moro, ainda não nos aproximamos de algumas das previsões dos filmes. “Em termos de desenvolvimento a exposição de robôs com sentimentos e a transferência de um cérebro humano para o computador ainda é uma utopia que somente grandes empresas com recursos almejam”, diz. Apesar disso, os robôs ainda são os principais personagens em filmes sobre IA.  Luana afirma que isso acontece porque as máquinas processam uma quantidade maior de dados que o cérebro humano e realiza a atividade com mais sucesso. O Next listou 5 dicas de filmes que exploram a inteligência artificial.

Ex Machina (2014)

O longa de 2014 mostra um jovem programador de computadores que ganha um concurso e é escolhido para viver uma semana na casa do presidente da empresa. No local, o personagem Caleb percebe que foi escolhido para participar de um teste e lidar diretamente com a nova criação do chefe, um robô com inteligência artificial chamada Ava. A máquina sedutora perturba a vida do jovem até que ele não consegue saber em quem mais confiar.

 Her (2013)

No filme, um escritor que vive solitário compra um novo sistema operacional para seu computador. O protagonista, Theodore se apaixona pela voz emitida no programa informático e inicia um relacionamento amoroso com ele. A história aborda a relação incomum entre o ser humano e a tecnologia.

Jogo da Imitação (2014)

O enredo de 2014 retrata a história do matemático Alan Turing, um dos integrantes da equipe formada pelo governo britânico para quebrar um código usado pelos alemães na Segunda Guerra. Para os empreendedores, a lição mais importante é que você tem que acreditar na sua ideia, além da importância de trabalhar em equipe.

Transcendence (2014)

Interpretado por Johnny Depp, o personagem doutor Will Caster é um famoso pesquisador sobre inteligência artificial e trabalha para construir uma máquina consciente, que além de conjugar muitos dados, terá uma diversidade de emoções caracterizadas humanas. Por se envolver em projetos desse segmento tecnológico o protagonista é inimigo de grupos que são contra o avanço da tecnologia e seguem tentando detê-lo.

 Black Mirror (2011)

Essa série britânica explora sentimentos relacionados a situações contemporâneos. A cada episódio de 60 minutos, Black Mirror aborda uma história diferente e mostra o lado obscuro da tecnologia, como novos dispositivos. A série é definida pelo gênero dramaficção científica, suspense e também se encaixa no termo distopia. Já assistiu algum desses filmes? Deixe seu comentário aqui e compartilhe as dicas com os seus amigos.

Autor (a)

Compartilhar