quinta-feira, setembro 29, 2022

Pecuarista X Agricultor: quem precisa mais de especialização?

Pecuaristas e agricultores têm se especializado com a mesma velocidade. Duas coisas acabam definindo certo grau de necessidade de profissionalização desses produtores: risco e operacional. Em uma operação do algodão, por exemplo, você tem volume de atividades, flutuação de mercado, o que eleva a carga de atividade e o risco do negócio. Apenas os produtores com altíssimo nível de tecnificação com presença no mercado conseguem sobreviver.

Cultivos de grãos também demandam investimento maior do que outros que ainda tem certa flexibilidade. Pensando na pecuária, quem trabalha com terminação, por exemplo, se não buscar mais modernas técnicas de produção e gestão, vai ficar fora do negócio.

Cria e recria, tem todo investimento com inseminação, dificuldade de transferência de toda essa tecnologia para os produtores. E a velocidade tende a aumentar fazendo com que agricultores e pecuaristas precisem buscar mais tecnologia.

Você também têm dúvidas sobre o assunto e quer conversar com o professor Roberto Fava Scare? Vem para o curso de Agromarketing Pecege/Markestrat. Uma nova turma começa em 2017.  Inscreva-se aqui

Compartilhar