sexta-feira, dezembro 2, 2022

Cervejas artesanais conquistam consumidores e mercado cresce

As cervejas artesanais sem dúvida vieram para ficar. Por isso, vem crescendo o número de microcervejarias no Brasil. Mas o que tem ocasionado o sucesso desse novo nicho de mercado? Para o proprietário da Dama Bier, uma microcervejaria de Piracicaba (SP), Renato Bazzo, o consumidor tem valorizado produtos menos industrializados, que agregam novas experiências sensoriais.

Ou seja, o consumidor está cada vez mais exigente, o que leva os empreendedores a criarem produtos diferenciados, como as cervejas artesanais. E engana-se quem pensa que o custo mais elevado da bebida – em comparação com as cervejas mais vendidas no país – prejudica as vendas. “Estamos passando por um momento de novidades e o consumidor está propício a isso. O cara vai consumir um café, um hambúrguer, uma cerveja, ele está tentando consumir de forma mais natural, um alimento que não tenha conservantes, não faça mal ao organismo e que ele também sinta prazer, mesmo se dispondo de um investimento mais alto”, afirmou.

Prova de que, para o consumidor, vale a pena pagar por uma cerveja artesanal é o crescimento anual de 30% a 40% do mercado no Brasil. Quando a família de Bazzo, há quase sete anos, apostou nesse novo modelo de negócio, ainda falava-se pouco sobre cervejas artesanais. Hoje, a realidade é outra, por isso, o negócio da família tem muito para crescer. “Ao longo dos anos, a Dama foi adquirindo experiência no mercado de trabalho, cervejeiros foram envolvidos no projeto. Batalhamos bastante para chegar ao que acredito ser o início de tudo. Tem muito consumidor para conhecer mercado de cerveja artesanal, que vem crescendo e promovendo essa cultura cervejeira”, disse.

   

Compartilhar