sábado, agosto 13, 2022

Redes de distribuição de insumos são uma tendência?

Devido a questão ambiental e a comodidade, cada vez mais os produtores vem solicitando seus produtos em tanques IBC, os quais nem sempre são disponibilizados pelas empresas. Nos EUA, essas redes comuns, em que o produtor vai até o distribuidor e faz o carregamento dos insumos, sejam fertilizantes líquidos ou os próprios químicos, é uma tendência. E no Brasil?

É bem provável que isso possa acontecer no Brasil, até porque além da questão ambiental, soma-se a tendência da concentração. Os produtores estão mais concentrados, realmente veem valor em embalagem, no produto ser de mil litros. Uma ideia seria a revenda se tornar esses pontos de carregamento, um outro serviço que vai agregar valor ao produto, ou seja, lugares em que os produtores vão para se abastecer.

Existe a possibilidade dessa tendência chegar ao Brasil. Nos EUA o mercado de distribuição é mais concentrado atualmente, porque eles já passaram por esse processo de mudança das redes de distribuição, o qual ainda é bem novo no Brasil.

Essa informação foi retirada da aula do professor Flávio R. Valério do curso de Gestão de Marketing no Agronegócio. Quer conversar com o professor? Vem para o curso de Agromarketing Pecege/Markestrat.

 Inscreva-se aqui

Compartilhar