sexta-feira, setembro 30, 2022

4 tendências em RH para 2017

Para gerenciar o que as empresas têm de mais valioso, o seu capital humano, os profissionais de Recursos Humanos precisam ser dinâmicos e atualizados nas novidades que vem chegando. Para Ricardo Mota, diretor do CONARH, a maior tendência atualmente é “usar a influência da inteligência digital ao seu favor”. “Os profissionais precisam estar atualizados com tudo isso para que ele use de forma inteligente a tecnologia para que sobre tempo para cuidar melhor das pessoas. Não é porque estamos em uma nova geração que devemos perder o contato entre as pessoas. É nesse momento que temos que nos conectar mais”.

Confira as tendências para 2017.

  • Trabalho flexível: uma das principais tendências para esse ano é a busca por jornadas de trabalho que respeitem a rotina pessoal do colaborador. Isso vem ganhando cada vez mais espaço, pois os jovens talentos valorizam mais essas condições de trabalho.
  • Busca de talentos pelas redes sociais: Os RHs das empresas estão de olho nos perfis dos colaboradores nas redes sociais. Por isso é importante ficar de olho no que você vem compartilhando na rede. Em contrapartida, algumas organizações estão usando esses canais para encontrar e recrutar novos talentos. É importante destacar que essa deve ser uma pré-seleção, aliada sempre aos testes, entrevistas e dinâmicas.
  • Promoção de uma vida mais saudável entre as equipes: promover o bem-estar e uma rotina de vida mais saudável entre os funcionários é o que muito profissionais de RH vem fazendo. Isso valoriza o funcionário, demonstra zelo pela sua saúde e ainda evita doenças e afastamentos por problemas de saúde.
  • Carreira em W. Antigamente, os funcionários planejavam suas carreiras em Y: o profissional chegava a um ponto em sua carreira no qual a promoção implicava em uma escolha entre tornar-se um gerente ou um técnico. A mudança chegou junto com as gerações mais jovens e essa demanda deu origem às carreiras em W, ou seja, essa é a possibilidade de ser um gestor de projetos.

E você, o que pensa sobre essas tendências? Deixe sua opinião nos comentários 😉

Compartilhar